Processo de Domingos Nunes de Paiva

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

07/11/1729

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

67 anos

Mãe

Leonor Gomes

Morada

Lisboa

Naturalidade

Penamacor, bispado da Guarda

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Marcos de Paiva, homem de negócio

Sentença

auto-da-fé de 06/07/1732. Confisco de bens, abjuração em forma, cárcere a arbítrio e penitências espirituais.

Cônjuge

Isabel Henriques Rosa, segunda mulher

Cargos, funções, actividades

tratante

Notas

O réu foi apresentado em 07/11/1729, e foi preso segunda vez quando vivia na vila da Chamusca, em 12/10/1732.