Processo de António Rodrigues

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

03/10/1625

Estado civil

solteiro

Estatuto social

cristão-novo

Idade

27 anos

Mãe

Maria Dias, cristã-nova

Morada

Montemor-o-Novo

Naturalidade

Montemor-o-Novo

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Manuel Rodrigues, cristão-novo, sapateiro

Sentença

auto-da-fé de 14/03/1627. Abjuração em forma, cárcere e hábito penitencial perpétuo sem remissão, penitências espirituais, degredo para as galés, por três anos

Cargos, funções, actividades

sapateiro