Processo de Álvaro de Azevedo

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

30/09/1618

Estado civil

solteiro

Estatuto social

cristão-novo

Idade

37 anos

Mãe

Joana de Paz, cristã-nova

Morada

Lisboa

Naturalidade

Caminha

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Miguel Rodrigues de Azevedo, cristão-novo, mercador

Sentença

auto-da-fé de 14/03/1637. Abjuração de veemente, cárcere a arbítrio, degredo para Faro, por dois anos, penitências espirituais, pagamento de custas.

Cargos, funções, actividades

mercador

Notas

O réu foi também residente no Porto.