Processo de Manuel Dias da Costa

Crime/Acusação

conivência em bigamia, falso juramento, perjúrio

Data da prisão

01/07/1720

Estado civil

solteiro

Estatuto social

cristão-velho

Idade

25 anos

Mãe

Maria Francisca

Morada

Lisboa

Naturalidade

Covilhã, bispado da Guarda

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

João Rodrigues, tecelão

Sentença

auto-da-fé de 10/10/1720. Degredo no bispado de Miranda, por dois anos, cárcere a arbítrio dos inquisidores, penitências espirituais

Cargos, funções, actividades

pacaboteiro