Processo de Beatriz Fernandes

Crime/Acusação

maometismo

Data da prisão

20/11/1556

Estado civil

casado

Estatuto social

cristã-nova, mourisca forra

Morada

Setúbal

Naturalidade

Campo de Azamor

Origem

Inquisição de Lisboa

Sentença

auto-da-fé em 28/02/1557. Abjuração pública de seus heréticos erros em forma, cárcere com hábito penitencial perpétuo.

Cônjuge

João Álvares ou João de Santa Maria, mourisco

Notas

Por provisão do cardeal infante e inquisidor geral, datada de 30/09/1557, foi-lhe retirado hábito penitencial.