Processo de Joana da Cruz

Crime/Acusação

heresia

Data da prisão

20/08/1659

Estado civil

solteiro

Estatuto social

cristã-velha

Idade

55 anos

Mãe

Catarina Fernandes

Morada

Lisboa

Naturalidade

São Pedro de Dois Portos, Torres Vedras

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Simão Jorge, lavrador

Sentença

auto-da-fé em 17/10/1660. Abjuração de leve, açoites em público, degredo por cinco anos para o Brasil e para sempre de Lisboa, cárcere a arbítrio, instrução na fé, penas e penitências espirituais, pagamento das custas.

Cargos, funções, actividades

porteira da Casa Pia do Recolhimento das Convertidas, professa da Ordem Terceira de S. Francisco