Processo de Joana Dias

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

24/10/1656

Estado civil

viúva

Estatuto social

parte de cristã-nova

Idade

60 anos

Mãe

Leonor Dias, [cristã-velha]

Naturalidade

Abrantes

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Jerónimo Gonçalves, [cristão-velho], mercador

Sentença

17/10/1660, em auto-da-fé que se celebrou no Terreiro do Paço, Lisboa. Confisco de bens, abjuração em forma, cárcere e hábito perpétuo, sem remissão, hábito diferenciado com insígnas de fogo, 5 anos de degredo no Brasil, penitências espirituais.

Cônjuge

João Gomes Vieira