Processo de Jorge Abrão

Crime/Acusação

superstição e feitiçaria

Estado civil

solteiro

Idade

66 anos

Mãe

Romy Joana

Morada

sem domicílio

Naturalidade

Jerusalém, Palestina

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Abraão Abonezer, contratador

Sentença

em 29/08/1755, repreendido e admoestado, ser bom católico, dar bom exemplo e sair dos domínios de Portugal no prazo de um mês.

Cargos, funções, actividades

pobre mendicante

Data do sumário

26/08/1755