Processo de Grácia Luzia

Crime/Acusação

blasfémia

Data da prisão

02/05/1736

Estado civil

solteira

Estatuto social

escrava preta do desembargador André Leitão de Melo

Idade

30 anos

Mãe

Maria de Sá

Morada

Lisboa Oriental

Naturalidade

Santa Luzia, Baía

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

António Cidade

Sentença

na Mesa a 08/08/1736. Abjuração de leve, instrução na fé, penas e penitências espirituais, pagamento de custas.

Notas

Os pais eram escravos de Francisco de Sá