Processo de Diogo José Rodrigues

Crime/Acusação

proposições heréticas

Estado civil

casado

Morada

Santa Apolónia, Lisboa, e depois na Aldeia Galega de Merciana

Naturalidade

Aldeia Galega de Merciana

Origem

Inquisição de Lisboa

Cônjuge

Débora Carlota, inglesa católica

Cargos, funções, actividades

foi comprador das religiosas da Madre de Deus, e depois administrador da Quinta da Bela Vista, termo de Alenquer, propriedade de D. Ana Teresa Abreu de Lima.

Notas

O réu faleceu em 22 de Setembro de 1796. Há um averbamento datado de 28 de Outubro de 1796 a informar que não se executou o mandato em virtude do réu se achar quase morto.

Data do mandato de prisão

20/06/1796