Processo de Diogo José Rodrigues

  • Código de referência: PT/TT/TSO-IL/028/00408
  • Crime/Acusação: proposições heréticas
  • Estado civil: casado
  • Morada: Santa Apolónia, Lisboa, e depois na Aldeia Galega de Merciana
  • Naturalidade: Aldeia Galega de Merciana
  • Origem: Inquisição de Lisboa
  • Cônjuge: Débora Carlota, inglesa católica
  • Cargos, funções, actividades: foi comprador das religiosas da Madre de Deus, e depois administrador da Quinta da Bela Vista, termo de Alenquer, propriedade de D. Ana Teresa Abreu de Lima.
  • Notas: O réu faleceu em 22 de Setembro de 1796. Há um averbamento datado de 28 de Outubro de 1796 a informar que não se executou o mandato em virtude do réu se achar quase morto.
  • Data do mandato de prisão: 20/06/1796