Processo de freira Leonor da Encarnação

  • Código de referência: PT/TT/TSO-IL/028/00329
  • Crime/Acusação: judaísmo
  • Data da prisão: 02/02/1638
  • Estado civil: solteira
  • Estatuto social: 1/2 cristã-nova
  • Idade: 54 anos
  • Mãe: Brites da Costa, 1/2 cristã-nova
  • Morada: convento do Espírito Santo, Torres Novas
  • Naturalidade: Lisboa
  • Origem: Inquisição de Lisboa
  • Pai: doutor Francisco Gomes Gago, 1/2 cristão-novo
  • Sentença: auto-da-fé privado de 21/06/1640. Abjuração de leve, privada de voz activa e passiva, por três anos, cárcere a arbítrio dos inquisidores, instrução na fé católica, penitências espirituais, pagamento de custas.
  • Cargos, funções, actividades: freira professa no convento do Espírito Santo de Torres Novas
  • Notas: Contém três panos de linho com texto bordado (dois de cor vermelha e um de cor castanha), entre os fl. 43 e 44, que foram entregues na Mesa, pelo padre Valeriano de Frias, religioso da Companhia de Jesus, que serviram como elementos de prova.