Processo de Manuel Dias da Silva

Crime/Acusação

heresia

Data da prisão

29/08/1646

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

54 anos

Mãe

Maria Gonçalves, parte de cristã-nova

Morada

Lisboa

Naturalidade

Lisboa

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Manuel Dias, lavrador

Sentença

auto-da-fé de 01/12/1652. Absolvido da instância, restituídos os bens aos herdeiros, mas com pagamento de custas.

Cônjuge

D. Maria da Paz

Cargos, funções, actividades

homem de negócio

Notas

O réu faleceu no cárcere da Inquisição a 4 de Julho de 1647.