Processo de Manuel Rodrigues

Crime/Acusação

perturbar o recto ministério do Santo Ofício

Data da prisão

27/08/1650

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-velho

Idade

34 anos

Mãe

Ana Rodrigues

Morada

Estremoz

Naturalidade

Estremoz

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Manuel Rodrigues, alfaiate

Sentença

auto-da-fé privado de 17/10/1650. Degredo por dois anos para uma das fronteiras deste reino com o reino de Castela.

Cônjuge

Isabel de Campos, cristã-velha

Cargos, funções, actividades

ex-sombreireiro, correio, caminheiro

Outras formas do nome

"o Balharote"