Processo de Álvaro Fernandes

  • Código de referência: PT/TT/TSO-IL/028/00289
  • Crime/Acusação: bigamia
  • Data da prisão: 15/02/1608
  • Estado civil: casado
  • Estatuto social: cristão-velho
  • Idade: 31 anos
  • Mãe: Ana Fernandes, cristã-velha
  • Morada: lugar do Cume, Guarda
  • Naturalidade: Póvoa de Cervães, termo de Azurara, bispado de Viseu
  • Origem: Inquisição de Lisboa
  • Pai: Lourenço Fernandes, lavrador, cristão-velho
  • Sentença: auto-da-fé de 05/04/1609. Ir ao auto-da-fé com vela acesa na mão, abjuração de leve, açoitado publicamente, degredo para as galés, por cinco anos, fazer vida marital com sua legítima mulher, penitências espirituais, pagamento de custas.
  • Cônjuge: Maria Fernandes
  • Cargos, funções, actividades: pastor
  • Notas: O réu casou a segunda vez com Maria Fernandes, cristã-velha. Por provisão do bispo [D. Pedro de Castilho], Inquisidor Geral, de 01/04/1613, o réu foi solto, tendo de apresentar-se na Mesa com a certidão do tempo que cumpriu nas galés.
  • Outras formas do nome: Francisco Jorge