Processo de António Ferreira

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

08/09/1606

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

50 anos

Mãe

Graça Rodrigues, cristã-nova

Morada

Alfama, Lisboa

Naturalidade

Santarém

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

André Ferreira, parte de cristão-velho, sapateiro

Sentença

auto-da-fé de 05/04/1609. Confisco de bens, abjuração em forma, cárcere e hábito penitencial perpétuo, instrução na fé católica, penitências espirituais.

Cônjuge

Leonor Rodrigues, cristã-nova

Cargos, funções, actividades

ex-curtidor e sapateiro, dono de loja de sedas e retroses

Notas

Por despacho de 01/06/1611, foi-lhe retirada a pena de cárcere e o hábito penitencial, não podendo ausentar-se do reino sem licença da Mesa e impostas penitências espirituais.