Processo de António Pereira de Sousa

Crime/Acusação

blasfémia

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-velho

Idade

54 anos

Mãe

Ana Pires, cristã-velha

Morada

Abrantes

Naturalidade

Abrantes

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Cristão Camelo Pereira, cristão-velho, mercador

Cônjuge

Leonor de Avelar

Cargos, funções, actividades

vivia de sua fazenda

Notas

Pelos autos de 13/07/1607, o réu foi admoestado a não reincidir e posto em liberdade. O réu casou a primeira vez com Lourença de Melo.

Data de apresentação

03/07/1607