Processo de Jorge Antoniotto

Crime/Acusação

blasfémia, heresia

Data da prisão

03/12/1721

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-velho

Idade

40 anos

Mãe

Maria Teresa de Barrilis

Morada

Lisboa

Naturalidade

Milão

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Bernardo Antoniotto, provedor geral do exército

Sentença

23/12/1721. Advertido a não reincidir.

Cônjuge

Margarida de Perseval

Cargos, funções, actividades

tenente general de Artilharia do Imperador do Estado de Milão