Processo de Diogo Coutinho

Crime/Acusação

islamismo

Data da prisão

17/01/1562

Idade

40 anos

Morada

Lisboa

Naturalidade

Tunes

Origem

Inquisição de Lisboa

Sentença

abjuração em forma, cárcere e hábito a arbítrio, guardar-se da comunicação com mouros e mouriscos, não sair do reino sem licença dos inquisidores.

Notas

O réu era mourisco cativo de D. Francisco Coutinho.