Processo de Alexandre Jacques Motton

Crime/Acusação

pedreiro-livre ou maçónico

Data da prisão

11/03/1743

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-velho

Idade

39 anos

Mãe

Genevieva Siney

Morada

Lisboa

Naturalidade

Paris

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Reneikarke Motton, mercador de vinhos

Sentença

auto-da-fé de 21/06/1744. Abjuração de veemente, degredo para fora do Patriarcado de Lisboa, por cinco anos, instrução na fé católica, penitências espirituais, pagamento de custas.

Cônjuge

Margarida Lefebre

Cargos, funções, actividades

lapidário de diamantes

Notas

Contém um texto escrito em francês, sobre os "Livres Pedreiros" e a respectiva tradução, feita por José Gregório, que serviu como elemento de prova.