Processo de Ana Henriques

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

24/11/1670

Estado civil

casada

Estatuto social

cristã-nova

Idade

30 anos

Mãe

Simoa de Lucena, cristã-nova

Morada

Guarda

Naturalidade

Idanha-A-Nova

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Jorge Henriques, cristão-novo

Sentença

auto-da-fé de 10/12/1673. Confisco de bens, abjuração em forma, hábito penitencial, que lhe seria tirado depois da abjuração, cárcere a arbítrio, penitências espirituais.

Cônjuge

Jorge Rodrigues Dias, cristão-novo, mercador

Notas

A ré, na Mesa, declarou que era moradora em Lisboa.