Processo de Bartolomeu da Costa

Crime/Acusação

bigamia

Data da prisão

28/07/1673

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-velho

Idade

38 anos

Mãe

Maria Rodrigues

Morada

Angra, Ilha Terceira

Naturalidade

Maia, Vila Franca Campo, Ilha de São Miguel

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Pedro Furtado, lavrador

Sentença

Abjuração de leve, açoitado pelas ruas públicas de Lisboa, sete anos de degredo nas galés, cárcere a arbítrio, penitências espirituais.

Cônjuge

Isabel Rodrigues, cristã-nova

Cargos, funções, actividades

trabalhador, ex-soldado no Alentejo

Notas

O réu viria a casar pela segunda vez, ainda a primeira era viva, com Isabel Dinis, cristã-velha.Foi casado pela primeira vez com Isabel Rodrigues