Processo de Diogo Fernandes

Crime/Acusação

blasfémia

Data da prisão

27/11/1602

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

56 anos

Mãe

Leonor Fernandes, cristã-nova

Morada

Prados, Linhares, bispado da Guarda

Naturalidade

Prados, Linhares, bispado da Guarda

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Diogo Fernandes, cristão-novo, sapateiro

Sentença

penitências espirituais, cárcere a arbítrio, ter a sentença lida na igreja de que era freguês, pagar cinco cruzados para a confraria do Santíssimo Sacramento da sua igreja.

Cônjuge

Maria Fernandes

Cargos, funções, actividades

sapateiro

Outras formas do nome

Diogo Fernandes Laço, alcunha: "o Laço"