Processo de Diogo Gomes

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

15/07/1600

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

60 anos

Mãe

Briolanja Fernandes, cristã-velha

Morada

Lisboa

Naturalidade

Castanheira

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Gaspar Gomes, cristão-velho, lavrador

Sentença

03/08/1603. Confisco de bens, ir ao auto-da-fé, abjuração em forma, cárcere e hábito penitencial perpétuo, penitências espirituais.

Cônjuge

Branca Rodrigues, cristã-nova

Cargos, funções, actividades

boticário, farmacêutico