processo do padre Félix António Correia

Crime/Acusação

sodomia

Data da prisão

15/06/1768

Estado civil

solteiro

Idade

67 anos

Mãe

Madalena da Conceição

Morada

Outeirinho, freguesia de São Vicente, Lisboa

Naturalidade

freguesia de Santo Estevão, Lisboa

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

António Correia, mestre de obras

Sentença

auto-da-fé de 31/08/1768. Abjuração de leve, privado de confessar e dizer missa, para sempre, privado do mais exercício de suas Ordens, por oito anos, pelo mesmo tempo degredado para fora do Patriarcado, degredo perpétuo de Lisboa, penitências espirituais.

Cargos, funções, actividades

sacerdote secular, confessor, pregador