Processo de Beatriz Pereira

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

25/02/1643

Estado civil

viúva

Estatuto social

cristã-nova

Idade

50 anos

Mãe

Isabel Pereira, cristã-nova

Morada

Vila Flor

Naturalidade

Vila Flor

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Diogo Lopes, cristão-novo, mercador

Sentença

auto-da-fé de 10/07/1644. Excomunhão maior, confisco de bens, relaxada à justiça secular.

Cônjuge

Simão Pereira, cristão-novo, rendeiro

Cargos, funções, actividades

vivia de seu trabalho e indústria