Processo de Ana Furtado

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

04/12/1543

Estado civil

casada

Estatuto social

cristã-nova

Morada

Lamego

Naturalidade

[Lamego]

Origem

Inquisição de Lisboa

Cônjuge

Diogo Andrade

Notas

A ré foi primeiramente absolvida na Instância, 1544.