Processo de Manuel Lopes Henriques

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

15/11/1746

Estado civil

casado

Estatuto social

cristão-novo

Idade

45 anos

Mãe

Violante Henriques

Morada

Covilhã

Naturalidade

Covilhã

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Diogo Henriques Ferreira, mercador

Sentença

auto-da-fé de 24/09/1747. Confisco de bens, abjuração em forma, cárcere e hábito penitencial perpétuo, penitências espirituais.

Cônjuge

Leonor Mendes Henriques

Cargos, funções, actividades

mercador

Notas

O réu em 1725, menor de idade (24 anos), foi ouvido na Sala do Santo Oficio de Lisboa e entregue aos cuidados do seu curador, o licenciado Filipe Neri, pedindo nesse mesmo ano licença para se ausentar para Covilhã. Mais tarde, em 1745, já casado, foi notificado para comparecer novamente na Sala do Santo Ofício de Lisboa.

Outras formas do nome

Manuel Lopes Henriques Ferreira