Processo de Teresa Josefa da Silva

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

09/06/1727. Presa outra vez em 25/08/1758, quando morava em Sintra.

Estado civil

casada

Estatuto social

cristã-nova

Idade

37 anos

Mãe

Joana Pereira

Morada

Guarda

Naturalidade

Trancoso, bispado de Viseu

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Isidro de Azevedo, mercador

Sentença

auto-da-fé de 03/01/1771.

Cônjuge

Diogo Lopes Pereira, ex-administrador do tabaco e sem ofício