Processo de Luís Cabral Maldonado

  • Código de referência: PT/TT/TSO-IL/028/00096
  • Crime/Acusação: abuso da autoridade do Santo Ofício
  • Data da prisão: 15/11/1759
  • Estado civil: solteiro
  • Estatuto social: cristão-velho
  • Idade: 35 anos
  • Mãe: D. Juliana de Oliveira
  • Morada: freguesia de São João de Itabori, termo da vila de Macacu, Rio de Janeiro
  • Naturalidade: freguesia de nossa senhora do Amparo de Mericá, Rio de Janeiro
  • Origem: Inquisição de Lisboa
  • Pai: Diogo de Azeredo Coutinho, tenente de cavalos
  • Sentença: auto-da-fé de 20/09/1761. Privado do cargo de familiar do Santo Ofício. Cinco anos de degredo na praça de Mazagão. Causador de perdas e danos por prender pessoas, sem autorização, em nome do Santo Ofício. Foi deixado o direito reservado às partes, para poderem receber pelos meios competentes. Na altura da prisão não tinha morada certa.
  • Cargos, funções, actividades: soldado, familiar do Santo Ofício
  • Outras formas do nome: Luís Cabral de Távora