Processo de Maria de Seixas

Crime/Acusação

superstições e feitiçaria

Data da prisão

09/04/1672

Estado civil

casada

Estatuto social

cristã-velha

Idade

32 anos

Mãe

Francisca da Silva

Morada

Lisboa

Naturalidade

Lisboa

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Estevão Gomes de Santiago, escrivão do Celeiro Real de Vila Franca

Sentença

auto-da-fé de 10/12/1673. Ir ao auto-da-fé com vela acesa na mão, abjuração de leve, açoitada publicamente, degredo para o Brasil, por cinco anos, cárcere a arbítrio dos inquisidores, instrução na fé católica, penitências espirituais, pagamento de custas.

Cônjuge

Manuel Álvares, cristão-velho, malsim da Casa das Carnes